sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Madrid: a realidade e o nem por isso.

Quem vê as notícias, acha que isto é uma grande loucura: na noite passada andaram polícias e incógnitos à porradinha na Plaza del Sol; nas duas noites anteriores, também.

Os museus, palácios e jardins estão atulhados de turistas.

Aqui por este lado, vêm-se as janelas quase todas fechadas, o senhor das revistas de religião do supermercado desapareceu, o parque dos miúdos está vazio.

E os gajos que estavam sentados no degrau do prédio, ali na outra rua, com as suas garrafinhas de cerveja fresca... ainda lá estavam duas horas depois, quando passei de volta... sentados e com mais cervejinhas.

Lá calor, está, e acho que é o único pormenor em comum entre Madrid centro e o resto da cidade.

Os Espanhóis andam todos por outras bandas, parece.

2 comentários:

Alexandra disse...

Devem estar todos a dormir una siesta!
Bom fim-de-semana!

Maria disse...

Pois as noticias, nem sempre dão o essencial .
Os policias agora devem estar a descansar, depois da "farra" das ultimas noites, e os gajos da cerveja, estão com sede, coitadinhos. Olha como dizem os espanhois que estão por aqui " de puta madre", o resto é conversa .