sexta-feira, 26 de agosto de 2011

"Ó Irene, você não me deixa serene! Pah!"

Regra geral, os furacões têm nome de mulher.

A não ser quando têm nome de filho.

Mas, de forma generalizada, nome de mulher.

Isto porque, toda a gente sabe, uma mulher é um furacão na vida de um homem.

Como é que isto se aplica em termos práticos?

Atentai ao que se passa neste humilde e pacato lar, composto pela menina do blog, um Puto, duas gatas e, mais recentemente, cinco mini-novas.aquisições familiares que andam cada vez mais saídas da casca.

A menina do blog vem para Madrid, ter com o seu Puto. Traz uma mala e uma mochila, com alguma roupa, recordações importantes e, claro... todos os livros que conseguiu lá enfiar, e convém referir que foi até necessário retirar alguma roupa que, repentinamente, afinal, se revelou desnecessária para a viagem, por mor de haver espaço para, isso sim!, livros!!

Pois cá em casa, o Puto tinha meia dúzia de livros, pelo que se procedeu à primeira grande alteração (a seguir à chegada de paraquedas da menina do blog ao lar, claro está!), que foi a aquisição de uma Besta (vide o catálogo do Ikea, caros leitores, vide).

Ora outra alteração prendeu-se com uma mania que a menina do blog possui, e que atinge níveis elevados quando está aborrecida da vidinha, nomeadamente no mês de Agosto, em que não há aulas para ninguém, e está demasiado calor para se meter o pé na rua, se bem que, quando há aulas e o tempo está ameno, esta que vos escreve arranja outras desculpas mais ou menos viáveis e coesas para proceder a essa mesma mania: fazer bolinhos.

Logo, o Puto chega a casa e esta está a tresandar a bolo, ou a biscoitos, ou a queques, ou a doce, ou a chocolate...

Depois, temos também este género de situações:

Puto tem o seu estáminé de geek instalado na mesa do escritório.

Menina do blog quer utilizar o seu pc e os seus papéis também, logo, instala-se confortavelmente na mesa da sala.

Puto queixa-se: um de cada lado não tem piada.

Puto instala-se na sala, ao pé da menina do blog.

Menina do blog queixa-se: passa mais tempo a vadiar na net e a fazer parvoíces no blog do que propriamente a trabalhar.

Puto arranja a mesa do escritório para a menina do blog trabalhar confortavelmente.

Menina do blog queixa-se: um de cada lado não tem piada.

Menina do blog pega nos seus tarecos e instala-se na sala, ao pé do Puto.

A vidinha deles não seria mais sossegada sem as miúdas a melgar?

Seria, pois seria.

Mas não era a mesma coisa...


Sem comentários: