segunda-feira, 9 de abril de 2012

As pessoas normais, quando vão passear ao Retiro...

vão caminhar, andar de bicicleta, skate, aqueles skates esquisitos (tem muitas ladeiras, os freaks gostam!), ver as plantas, os patos, os esquilos, as pegas (os pássaros...), esparramar-se ao sol na relva ou ao pé da estátua do senhor do cavalo, ver mais uma vez o Palácio de Cristal, dar comida aos patos e às tartarugas, andar de barco no Estanque, ver os outros a andar de barco do Estanque, olhar para a água do Estanque e tentar descobrir os peixes de 3 olhos, ver os artistas de rua, comprar quicos ou pipas ou gelados ou barquilhos...

e depois andamos por lá nós os dois, a tentar descobrir onde andam os gatos do Retiro!

(e depois há aqueles sacanas que chegam lá e abandonam os gatos, chegando ao ponto de deixar o bichito fechadinho dentro da transportadora, como aconteceu agora na Semana "Santa" - Sabeis que com merdas destas ireis parar com os costados aos Infernos, meus queridos fdps, mesmo que tenhais andado a bater com a mão no peito na procissão? Que uma grande vaca vos largue uma poia no tapete de casa!)


4 comentários:

Maria disse...

Estúpidos, abondonar os bichanos em plena semana Santa e depois vão para a igreja rezar e acender vélinhas. Que "gentinha" mais sem coração.

Julie D´aiglemont disse...

Merecem é que a procissão lhes passe toda por cima dos tintins!

Didi disse...

LOL quando vou à Quinta da Regaleira ando à cata dos gatos enquanto toda a gente anda a olhar para a arquitectura (que é muito linda, diga-se) e eu de cú pró ar a procura deles ehe

marta, a menina do blog disse...

Há gatos que são mais felizes no Retiro do que nos "lares" onde estavam.

O pessoal da manutenção e do viveiro trata bem deles, no Verão até houve ninhada, e vemos caixas com água fresca e comida em vários lugares.

E os gatos têm um jardim ENORME para andar descansados.

(realmente, volta e meia ainda olho para a arquitectura, mas ando mesmo é pelos caminhos menos populados a ver se os pintarolas andam bem dispostos...)