quarta-feira, 20 de junho de 2012

20) As minhas Leituras de Verão.

Devo informar que, neste aspecto, sofro um bocadinho de múltipla personalidade.

Já nos idos da adolescência, aqui a menina que andava sempre agarrada aos livros da escola, e a Eças, Júlios Dinises, Bessas-Luíses e renhonhó, volta e meia, sentia uma necessidade súbita de se purgar com uma Ragazza, mas daquelas Ragazzas dos anos 90, com algumas reportagens menos mal e fotografias que eram menos mal também.

Isto, quando dá a necessidade súbita, é uma chatice: ainda no outro dia, tive a necessidade súbita de adicionar mais um livro de papel à minha colecção e acabei por chegar quase 15 minutos atrasada ao trabalho, correndo o risco de enfrentar a fúria patronal, que nestas coisas é muito cioso, embora um bocadinho menos no cumprir do meu direito de usufruir a pausa de 20 minutos que tenho das 8 horas em sentada em frente a um computador.

Enfim, atrasada, mas feliz, e com um livro novo (mimimi!) na mochila! Que se fºdª o patrão, que não trabalha aos fins de semana e está lá no andar de cima aos saltos para a piscína e nós ali a fazer horário.

Se, por um lado, voltando à questão, ando sempre com um livro atrás - e quando vou de férias levo vários na mochila, porque "um" é coisa que se acaba depressa, apesar de gostar de ler o mesmo livro, duas, três, cinquenta vezes - também aproveito a ocasião para rapinar a Mamãe umas quantas Caras e Nova Gentes, para me actualizar acerca dos vips e afins e rir um bocado com as bacoradas da Luce. Esta última leitura também me distrai bastante quando tenho de ir à casa de banho, mas isso é outra história...

Perfeito, perfeito, é acordar cedinho, apanhar o autocarro até à praia, ser informada de que Mamãe se atrasou um bocado e vou ter de ficar uma hora à espera dela, descobrir que há uma feira do livro na praça da vila, e encontrar para lá perdido um daqueles livros da Joanne Harris que andava à procura há séculos, ao preço da uva mijona!

Este ano, parece, vou acabar com o Game of Thrones (levo o baby kindle, por isso nunca se sabe o que virá a seguir), levo uns da Jane Austen atrás, também no baby kindle, Sarah Addison Allen (meti a sogra a ler isto, só falta conquistar o terreno "Mamãe") e... sim, confesso, está-me a dar para Nicholas Sparks... Sério, quem é que, no seu juizo perfeito, consegue resistir ao Notebook? Quem??



1 comentário:

Scarlet Red disse...

Eu, que não tenho dessas modernices! ;)