terça-feira, 20 de novembro de 2012

November #20: work/play.

Cá a profissão de sonho da menina é trabalhar numa Livraria.

Não é o caso, de momento.

Nos entretantos, vou tentando juntar uns troquitos, fazendo planos e pesquisas, e sonhando com uma livrariazita pequena na minha praia, onde vou passar o dia entretida a vender (alguns) livros, a ler o stock de fio a pavio, a conversar com as pessoas, a coleccionar e escrever histórias, a fazer workshops de plantas medicinais ou de doces tradicionais, organizar passeios pedestres e de btt (tenho de pensar nos sócios, claro!) e a servir chávenas de café, chá e chocolate quente, e uns biscoitos caseiros, nos dias enevoados.

A livraria terá um (ou mais) gatos, excertos de histórias por todo o lado, e os dias terminam com um passeio com vista para o mar até casa.




9 comentários:

teardrop disse...

Acho uma magnífica ideia, continua a acreditar nela. Fazer o que gostamos é um privilégio!
Beijinhos

J. disse...

boa ideia! :)
se precisares de uma empregada, avisa ;)

Julie D´aiglemont disse...

Não acredito! Também é a minha profissão de sonho. Tenho um plano com a minha melhor amiga: se me sair o euromilhões, abrimos uma livraria com salão de chá (eu trato da parte dos livros, ela trata dos bolos).

Maria disse...

Também gostava muito de trabalhar numa livraria.
Se me sair o Euromilhões contem comigo para sócia. ;))

bjs

Luisa disse...

Junto-me ao grupo. Também adorava ter e trabalhar numa. :)

dinona disse...

Gostava de trabalhar numa livraria, se bem que tenho a certeza de que se trabalhasse numa era provável nunca mais ninguém me ver e eu acabaria por ser descoberta morta debaixo de uma pilha de livros, isto tudo porque não comi pois queria ler todos os livros.

marta, a menina do blog disse...

Cá por mim, juntávamo-nos todas, e abria-se uma livraria com salão de chá em cada paróquia!

(E casa funerária, já agora...)

marta, a menina do blog disse...

(figurativamente, é claro... credo!)

Anónimo disse...

Ainda bem!!! Credo...!
Eu também entro!!! ;) A nossa paixão (minha e do ALex) passa exactamente por ai! Quando fizemos a casa, claro que pensámos em ter um canto nosso, mas havia uma certa urgência em desempacotar os livros das caixas e deixá-los respirar nas estantes, à mão de serem consultados, mexidos, acarinhados... :) Já está! Agora em termos de emprego, digo-te: vais ser a melhor livreira do mundo, com a melhor loja, a mais aconchegante e a mais convidativa! Como sei? Estás viva não estás? Então, trabalha para isso!
India