segunda-feira, 16 de abril de 2012

Regra número 1 para falar com o clero:

Mentir.

"Ah e tal, vocês não vivem em pecado, pois não?"

"Nope!"

"Ah e tal, para vos casar, é preciso ser a partir da paróquia onde vivem. Algum de vocês vive nesta paróquia?"

"Sim!"

(isto derivado da porcaria de complicações burocráticas, essas sim, da Idade Média!)

Ora apontem:

O processo canónico (que é aquele papelito que vos permite casar...) tem de ser iniciado:

1. na paróquia da noiva

ou

2. na paróquia onde um dos noivos reside E onde se vai efectuar o casório!

Na paróquia da noiva, o processo burocrático deu-se da seguinte forma:

Primeiro: só se pode comunicar para lá às terças e quintas feiras das 17h às 19h30m.

A menina do blog, o noivo E a sogra, em várias ocasiões, agarram no telefone e toca de tentar estabelecer comunicação para o lugar.

Menina do blog, nos dias e horas indicados: "Estou sim, poderia falar com o senhor padre, se faz favor?"

Homem com voz de morto no fundo de uma tumba: "Olhe que agora não pode ser, que o senhor padre está a falar com os senhores das obras aqui do largo. Ligue noutro dia!"

Menina do blog, nos dias e horas indicados: "Estou sim, poderia falar com o senhor padre, se faz favor?"

Homem com voz de morto no fundo de uma tumba: "Olhe que agora não pode ser, que o senhor padre está a fazer a confissão dos meninos da catequese. Ligue noutro dia!"

(Ai o camandro!!)

Passados uns dias, lá consigo falar com o dito padre.

"Ah e tal, se estão a viver em Madrid, têm de tratar do processo a partir daí!"

Ora aprendam:

Não temos de tratar nada do processo a partir daqui, os sacanas dos padres é que se querem livrar de trabalho e andam a tentar passar a batata quente para as mãos do padre que venha a seguir!

Ora, aqui, foi preciso mentir!

Eles é que nos levam a isso!!

"Então moram aqui na paróquia?"

"Sim, senhor!"



1 comentário:

Maria disse...

Ora, mentis-te mas por uma boa causa. Sendo assim, Deus perdoa. :)