quarta-feira, 28 de maio de 2014

Então, que é feito?

Pois, podia ter emigrado para a China, onde aparentemente não há net que se veja, mas não.

Deu-me só a ronha - durante uns largos meses..... 

...de escrever, que é coisa que só posso justificar com o lufa lufa de Lisboa e com um grande entupimento dos canais cerebrais com o belo do ruído da cidade, a enchente de carros, a falta de árvores (meus meninos, Lisboa só tem uma amostrazita raquítica de árvores, não se iludam!), a falta de maneiras da maioria das pessoas, a falta de tempo, perdido em esperas por autocarros, esperas no trânsito, esperas por sinais vermelhos que passem a verde, esperas por motoristas que conheçam mais mudanças que primeira e segunda, horários malucos lá no trabalho, mais uma formação e mais uma camada de apólices e procedimentos no cérebro... enfim, ando com o cérebro feito em papas de sarrabulho, só me apetece é ir viver para o campo ao pé da praia, acordar com passarinhos e o vento nas folhas das árvores em vez de um autocarro a descer ali a ladeira que nem um maníaco e, inevitavelmente, em qualquer dos casos, uma gata com o olhar psicótico-estive-a-observar-te-a-noite-toda-espero-que-não-haja-problema ao meu lado na mesa de cabeceira.

Nos entretantos, ora deixem cá ver... fui até Braga, fiz muitas coisas típicas, tipo ir ao Bom Jesus (isso, sim, é um jardim!) e comer a francesinha da Taberna Belga, fui até Sintra com a sogra e uma excursão de pensionistas, fui até ao Palácio de Queluz (está muito bem de árvores, sim senhor), continuo com os horários macacos, vou ter férias sei lá quando, e cancelámos por enquanto os planos de ir para o campo ao pé da praia porque a descendência resolveu opinar e aparecer quando lhe deu na real bolha, o quer quer dizer que os próximos meses vão ser bastante divertidos, vou andar a crescer que nem uma bolinha, mas tirem a ideia de isto vir a ser mais um baby blog, que não vai ser.

Estão a ver ali a bolinha cor-de-rosinha?

Ah, pois é, vem aí uma mini-me...

Vem com o signo do pai, não se estraga tudo.

Mas já percebi que a sacaninha também gosta de dormir atravessada, tal como mamãe...


7 comentários:

Didi Maria disse...

OH NÃO! MAIS UMA PERDIDA PARA A MATERNIDADE! O MUNDO ESTÁ NO FIM.
Vá, agora a sério. Estava a ver que nos tinhas abandonado nesta cidade virtual, mas ainda bem que não e pelos vistos regressaste acompanhada :) Fico feliz por ti.
Muitos beijinhos e felicidades :-*

marta, a menina do blog disse...

Perdida para a Maternidade, não para os baby blogs! Não me vão ver aqui a meter rendas e folhos e cor-de-rosinhas eheheh

Voltámos à carga, Didi Maria e família de bichos doidos!

J. disse...

tantas coisas em comum com a minha casa :)

parabéns!

marta, a menina do blog disse...

Até passamos pelos mesmo sítios =D Estamos num mundo pequenino!

J. disse...

passamos? conta-me tudo!

marta, a menina do blog disse...

Lisboa, menina e moça! Cá a ver se chegam os dias de sol para tirar fotos às flores de todas as varandas de Lisboa! =D

J. disse...

lisboa ainda é grande ;)